Paladar, tato, olfato, audição, o aspecto sensorial e os sentidos complementares à visão puderam ser vivenciados por cerca de cinquenta convidados durante um Jantar às Escuras promovido por alunos do curso de gastronomia da UFRJ, dia 13 de maio, e que fez parte do III Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural, no Fórum de Ciência e Cultura.JANTAR ES 4

Durante duas horas, todos permaneceram com os olhos vendados – desde a entrada no salão do evento até o final do jantar - experimentando o cotidiano das pessoas com deficiências visuais. As barreiras físicas como um simples sentar à mesa ou posicionamento dos copos para o alcance das mãos tornaram-se tão inusitadas quanto descobrir quem e quantas pessoas estavam ao seu redor, à mesa.

MINISTRO JUCA2Durante reunião com reitores e representantes das instituições públicas de ensino superior que integram o Fórum Interuniversitário de Cultura do Rio de Janeiro – FIC-RJ -, o Ministro da Cultura, Juca Ferreira, apoiou a ideia de se organizar um encontro nacional interuniversitário de cultura, sugerido pelo coordenador do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, Carlos Vainer.

O evento aconteceu nesta quinta-feira, dia 14 de maio, no FCC, com as presenças do atual reitor da UFRJ, Carlos Levi, e o futuro reitor, Roberto Leher.

ACESSIBILIDADE mesa 1No primeiro dia do III Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural (ENAC), destaque para as mesas de discussão sobre Políticas Públicas Culturais Inclusivas e Acessíveis; Desafios da Política de Acessibilidade Cultural para pessoas com deficiência no Plano Nacional de Cultura; Pontos de Cultura e Acessibilidade Cultural para pessoas com deficiência e Cultura acessível sob ótica de artistas e produtores culturais com deficiência.

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ