Agenda cultural

Junho 2018
D S
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Licitações e Editais

logo FCC negativo

Galeria de Fotos

BIR 7779

Vídeos

vainer

 


A conferência acontece no dia 28 de fevereiro, das 16h às 19h, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos (CBAE), com entrada franca. O tema é a formação de arquivos de forma horizontal e a questão de jovens documentaristas engajados em lutas sociais.  O evento faz arte de uma série de atividades do projeto de pesquisa "Expansão do Ensino Superior na Baixada Fluminense: o custo da oportunidade".

Wesley Hogan escreveu o premiado livro “Many Minds, One Heart”, que trata da história do movimento Comitê Coordenador Não-violento de Estudantes (SNCC). A autora também é professora de história oral, história dos movimentos sociais de juventude, história afro-americana e história da mulher. Hogan atua desde 2013 como diretora do Centro de Estudos Documentaristas da Universidade Duke. Esse instituto funciona desde 1989 e se dedica a preservar o legado do documentário e seu papel na criação de uma sociedade mais justa, pensando também na horizontalidade e na formação historiográfica.

O evento terá comentários de Stephanie Reist (Universidade Duke), Alexandre Fortes (UFRRJ) e José Sergio Leite Lopes (CBAE/UFRJ). Alexandre Fortes, um dos responsáveis por estimular o debate, é doutor em História pela UNICAMP e, atualmente, se dedica à Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da UFRRJ. Já Stephanie Reist é estudante de doutorado em Estudos Latino-americanos na Universidade Duke, onde pesquisa a ocupação urbana no Brasil e na Colômbia. José Sergio Leite Lopes é professor titular do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (PPGAS – Museu Nacional) da UFRJ e diretor do CBAE.

O CBAE fica na avenida Rui Barbosa, 762, Flamengo.

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ